Suportar em amor – Direção Espiritual

    Leitura Bíblica: Colossenses 3.12-17
    Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou (Cl 3.13).

    Colossos era uma próspera cidade situada no sudoeste da Frigia, a 16 km de Laodicéia. Havia cristãos ali, e parece que o apóstolo Paulo ficou sabendo que haviam passado por lá alguns mestres que tentaram desviá-los para filosofias sem valor. Ele então escreveu-lhes uma carta que agora faz parte da Palavra de Deus.

    No capítulo 3 dessa carta ele pede aos cristãos, com palavras cheias de ternura, que vivam uma vida de santidade e amor fraternal.

    Ali, no nosso versículo-chave, ele nos dá uma importante e inteligente regrinha de conduta que, colocada em prática, muito nos ajudará a viver em paz e felicidade, tanto no ambiente de nosso lar como na igreja ou na sociedade de que fazemos parte.

    Para suportar uns aos outros temos de ser tolerantes, e isso nem sempre é fácil. Normalmente o ser humano deseja que os outros sejam como ele é ou pensa ser. A realidade nua e crua é que nem sempre somos mesmo aquilo que aparentamos e pensamos ser. Há muitos que passam a vida toda se iludindo.

    Suportar os outros é aceitá-los como são. Na prática, é seguir o exemplo de Jesus. Como Ele age conosco? Primeiro Ele nos aceita como estamos, não se importando com a roupa que vestimos, os hábitos que possuímos ou os pecados que praticamos. Depois de estarmos com Ele, aí sim Ele vai trabalhar carinhosamente em nosso coração. Primeiro limpa o nosso passado, perdoando-nos completamente.

    Depois, com amor, vai mudando os nossos hábitos. Quando nos apercebemos, nós, que éramos rebeldes e avessos à obediência, passamos a ser filhos dóceis, ovelhas meigas do Seu rebanho.

    Você quer ter paz e ser feliz? Então procure colocar em prática esta regrinha que Paulo recomendou aos colossenses: “Suportar e perdoar” aqueles com quem você se relaciona.

    Para Cristo e em Cristo ninguém é insuportável.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *