PUBLICIDADE

Os Seus Anos Dourados – Minuto com Deus

“Até à velhice… Eu vos carregarei.” – Isaias 46:4

Envelhecer com graça deveria ser um dos objetivos da sua vida. Você não precisa ter medo de envelhecer, ou tentar disfarçar o seu desconforto em se aproximar da velhice ou tentar encobrir a sua ansiedade em relação a isso. Conta-se a história de uma senhora comprando um chapéu novo.

Quando ela experimentou um, sua amiga disse: “Puxa, este faz você parecer dez anos mais jovem”. Depressa, ela colocou-o de volta na estante e disse: “Não quero este. Eu detestaria parecer dez anos mais velha todas as vezes que o tirasse!” A “Mãe Natureza e o Pai Tempo” podem ter lhe trazido dores nas costas, calvície e lentes bifocais, mas você não precisa agir como um velho.

Em vez de tentar acrescentar anos à sua vida, tente acrescentar vida aos seus anos. Em vez de se ressentir pelo fato de estar envelhecendo, pense no quanto você se ressentiria se lhe fosse negado esse privilégio. Quando lhe perguntaram como se sentia ao fazer oitenta anos, o presidente norte-americano Dwight D. Eisenhower respondeu:

“Com certeza é muito melhor do que a outra alternativa!”

Se você ainda está vivo, Deus manteve você por aqui com um motivo. Descubra qual é, e depois dedique cada dia e cada gota de energia que lhe restam nisso. Você pode ser velho aos vinte e cinco e jovem aos oitenta e cinco.

PUBLICIDADE

Você só é velho quando se sente velho; ou quando se sente como se soubesse tudo que há para se conhecer, ou se surpreende dizendo:”Sou velho demais para fazer isso”, ou pensa que o amanhã não tem nada a oferecer; ou não se interessa pelas atividades dos jovens; ou prefere falar a ouvir; ou anseia “pelos bons tempos”, achando que eles foram melhores.

Porção Diária: Leia Ap 5-9, Mt 24:15-25, S1116:1-11, Pv 8:8-9

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *