Você está aqui: Início / Lifestyle / Como ter mais tempo livre para acampar

Como ter mais tempo livre para acampar

Nas férias ou no fim de semana, acampar é um programa diferente, divertido — e barato. A única despesa que se faz é na compra de uma barraca que comporte as pessoas que vão usá-la. Um grupo de amigos pode dividir o preço da barraca, o que tornará ainda menor seu custo por pessoa. Outra vantagem de acampar é que qualquer lugar, à beira da praia ou no alto da montanha, traz o prazer de sentir a natureza de perto.

Como programar um acampamento

Pode-se escolher dois tipos de acampamento: dentro de uma área de campismo ou em qualquer lugar sossegado, longe do barulho da cidade. No primeiro caso, “basta associar-se a um dos clubes de campismo que têm áreas equipadas com água encanada, banheiros e lugar delimitado para a instalação de cada barraca. Alguns têm um guarda-campista, que ajuda os excursionistas em tudo o que é preciso.

Há muitos tipos de barracas, desde as mais simples até as maiores, que comportam muitas pessoas e têm divisões internas, além de janelas e uma varanda.

Esses clubes dispõem de áreas de campismo praticamente em todas as regiões do Brasil, no litoral ou no interior, e cobram uma taxa pequena de inscrição e outra por pernoite, destinada à conservação do camping. Além disso, a maior parte dos clubes mantém um curso permanente que dá instruções básicas para quem deseja se iniciar no gostoso esporte de acampar. Estas são as informações mais importantes:

  1. Antes de montar a barraca, é bom observar a direção do vento, porque a barraca pode ficar batendo durante a noite, se não estiver armada de forma correta. Para evitar isso, é melhor armá-la com um dos lados de frente para o vento, ou então procurar lugares onde haja anteparos naturais, como uma colina ou um bosque.
  2. Embora armar a barraca debaixo de uma árvore seja bom para aproveitar a sombra que ela oferece, isso não é aconselhável, porque a árvore atrai raios. E, em casos de tempestade, há também o perigo de cair um galho sobre a barraca. Mas o problema de calor dentro da barraca não costuma ocorrer porque ela tem um sobreteto que forma uma camada de ar que a isola, tornando a sempre fresca.
  3. Deve-se procurar um lugar próximo à água corrente, como uma cachoeira ou córrego. Senão será preciso levar água para beber.
  4. Embora a maior parte das barracas tenha um acolchoado no chão, é sempre bom procurar um terreno macio para que ninguém estranhe o chão duro. É bom também que o terreno seja bem seco, evitando problemas de umidade.
  5. Pela mesma razão, o terreno não deve estar num declive, porque, se chover, correrá água para dentro da barraca.
  6. Se a barraca tomou chuva, é conveniente que depois ela seja colocada para secar ao sol. Nunca se deve guardar a barraca molhada, nem úmida, porque seu tecido apodrece com muita facilidade.
  7. Para que não haja riscos de incêndio, é preciso tomar muito cuidado com lampiões, fogareiros e cigarros, pois o tecido da barraca é facilmente inflamável.
  8. Antes de dormir, é preciso verificar se os bujões e fogareiros a gás estão desligados: a barraca fechada pode provocar asfixia pelos gases desprendidos.
  9. Não se deve limpar a barraca com detergentes, pois eles destroem a camada impermeabilizante que reveste o tecido da barraca.
  10. O lixo não deve ser jogado, mas guardado em sacos plásticos e depois enterrado. Isso evita que os insetos apareçam, além de ser uma forma de deixar o lugar limpo para quem vier acampar depois.

O que levar quando for acampar

É claro que se deve levar o mínimo de roupas e utensílios, mas às vezes é difícil saber exatamente o que é essencial.

As roupas dependerão do lugar onde se vai acampar: praia ou campo? No primeiro caso, levar biquínis, bermudas e calças compridas (na proporção de uma peça de roupa para cada dois dias), blusas, malhas para a noite e um blusão impermeável com capuz, se chover. Deve-se levar uma quantidade maior de roupas para as crianças, já que elas se sujam com mais facilidade. Levar também toalhas de banho e de papel, para as mãos.

Outro detalhe importante é ter uma pequena caixa de pronto-socorro com gaze esterilizada, mercúrio-cromo, algodão, álcool, água oxigenada, pomada para picada de insetos e comprimidos contra diarreia e gripe.

O equipamento necessário para acampar é: lampião a gás, bujão e fogareiro a gás para cozinhar, saco de dormir, mochila, lanterna à pilha, mesa e banquetas desmontáveis.

Para a alimentação, é preciso pensar com antecedência o que vai ser feito, porque num acampamento, em geral, não há lugares próximos para fazer compras de última hora.

Não só os adultos, mas as crianças também aproveitam os dias num acampamento, podendo ficar em liberdade e conhecer, outros lugares.

Dependendo da duração do acampamento e do número de pessoas que vão participar dele, esta é uma lista básica:

  1. Temperos: sal (em saleiro plástico), temperos prontos de alho e cebola, vinagre.
  2. Latarias: cenoura com ervilha, palmito, salsicha, milho, frutas em calda. Ou ainda: presuntada, feijoada ou almôndegas enlatadas.
  3. Molhos: de tomate, com ou sem carne, suco de tomate, maionese e mostarda.
  4. Outros: macarrão, tabletes de caldo, sopas prontas, café, açúcar, aveia, pão preto ou branco cortado em fatias, pãezinhos para cachorro-quente, pacotes de salgadinhos, leite e chocolate em pó. Legumes (batata, tomate, etc), frutas (laranja e maçã), ovos, queijos, etc.
  5. Utensílios: conjunto de panelas, abridor de garrafa, cantil para água, garrafa térmica para café, geladeira de isopor, talheres, churrasqueira a carvão com grelha, espetos para churrasco, copinhos de papel para água e café, coador comum ou de papel, pratos (os de papel são mais práticos) e sacos plásticos para o lixo.

Recomendações gerais para acampar

Uma das coisas mais gostosas do acampamento é dividir com os outros a alegria e a camaradagem que a vida ao ar livre proporciona. Para que isso aconteça, é preciso ter um pouco de espírito prático evitando pequenos problemas que venham perturbar a tranquilidade.

É bom dividir os serviços, começando pela compra dos alimentos necessários. Chegando ao acampamento, cada pessoa fica encarregada de um serviço: alguém arma a barraca, quem gosta de cozinhar encarrega-se das refeições, uma pessoa arruma os objetos no lugar, outra lava os pratos, e assim por diante.

Naturalmente, o bom sucesso de um acampamento não depende apenas dessa organização, mas de espírito esportivo. Isso significa que qualquer dificuldade não programada deve ser vista com bom humor. Às vezes, num fim de semana na praia, começa a chover — a solução é criar formas de passatempo, como jogos ou brincadeiras. Por isso, um detalhe que não deve faltar na lista de coisas a levar é um baralho e até mesmo um violão, se um dos excursionistas gosta de tocar e cantar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.